Política em Relação aos Minerais de Zona de Conflito

A OHMIC Resistores e Reostatos Ltda, empresa dedicada à fabricação de equipamentos elétricos, declara para os devidos fins que em seus produtos não são empregados minerais originários das minas da Republica Democrática do Congo e países adjacentes.

 

Em 15 de Julho de 2010, o Congresso Americano lançou um projeto de lei na provisão de minerais de conflito. O mesmo propõe que as companhias que utilizam estanho, tungstênio, tântalo, ouro ou cobalto nos seus produtos ou produção submetam um relatório anual a Comissão de Valores Mobiliários com informações detalhadas se estes materiais são originários do Congo e seus países vizinhos.

 

O projeto de lei obriga as empresas a verificarem se estes minerais provem de minas de zonas de conflito ou não. Em razão de estes metais serem principalmente utilizados em produtos eletroeletrônicos, com participação das maiores companhias do mundo e seus fornecedores, há um apelo pela investigação e verificação de minerais de conflito proveniente da República Democrática do Congo (RDC) na cadeia de fornecimento.

 

Informamos que o estanho utilizado por nossos fornecedores na matéria-prima e/ou insumos produtivos são de origem nacional conforme declarações fornecidas por eles para a OHMIC.

 

Política em Relação aos Minerais de Zona de Conflito